sábado, 12 de janeiro de 2013

ODE DA ALEGRIA






















Sim. O meu Deus é eterno.
É a plenitude dos mundos e é Seu Pai.
Ele manifestou-Se aos Seus de modo terno,
Para que reconhecessem Quem os criou
E não julgassem que a sua origem era sua,
Mas que tinham um Pai!
Deus abriu caminho ao conhecimento,
Promulgou-o,
Ampliou-o
E conduziu-o à perfeição.
Pôs nele a marca da Sua Luz,
E os Seus vestígios, para que tivéssemos rectidão,
Desde o início até final.
Esse conhecimento é obra Sua no Natal:
Deu tudo a Seu Filho para nossa salvação.
Ele exercerá o Seu Poder.
O Altíssimo será conhecido pelos Seus Santos,
A partir da Anunciação,
Pelo Seu Nascimento, aos que cantam
E vão ao Seu encontro (parece magia)
E Lhe cantam com alegria.

Modesto




Sem comentários:

Enviar um comentário

O CÉPTICO TAMBÉM PENSA...

Deus há muito desceu no Ocidente, Lá, por trás dos montes de rosa tingidos... Vejo o mundo que ante mim s' estende ...