terça-feira, 8 de janeiro de 2013

ALMA QUE BUSCA


















Alma faminta, encantada,
Grande vontade de viver...
É linda e apaixonada
Dentro do seu próprio ser.
Sua natureza é buscar
As mais lindas formas de amar!

Rema sempre a favor do vento,
Serena, muito consciente,
Que procurar o alimento,
É atitude inteligente.

E ao ver o fruto maduro,
Prontinho pra ser degustado,
Perfumado e sem ser duro,
Objectivo: o ser apanhado...
Na natureza a procurar
As mais lindas formas de amar!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SAUDADES, MÃE !

Vejo-te num anónimo jazigo Humilde, ond' a paz se nos revela. Erguida, junto dum ciprest' antigo, Contemp...