Follow by Email

sexta-feira, 1 de junho de 2012

SER VELHO NÃO É ESTORVO


















Já fui jovem bem travesso,
Já vivi a mocidade...
Agora já sou tropeço,
Por 'star na terceira idade?

Minha escola foi a vida,
Muito com ela aprendi!
Nem uma hora perdida,
Na vida que escolhi!

Não devo nada ao mundo:
Trabalhei pra todos vós
E descontei muito fundo...
'Inda sobra para vós!

Em novo fiz muito jeito
À vindoira geração...
Então, mereço respeito!
Não como do vosso pão!...  
 











Mereço ser bem tratado
Como utente em cada dia,
Quando vou ser consultado,
Quero paz e harmonia!

Enquanto for caminhante,
Por meus pés poder andar...
Ando sempre confiante
Que m'ajudeis a trepar!



















Modesto
                                                                                                                    

Sem comentários:

Enviar um comentário