Follow by Email

terça-feira, 26 de junho de 2012

ESSÊNCIA DO AMOR

























Já tenho o programa para hoje,
Nesta forma etérea dum verso:
Vou fazer um Poema-flor que oferto
Ao amor, brotando do sol que surge.

A noite já foi vencida e foge,
Deixando toda a cor do Universo.
O sol vence o escuro espesso,
O dia encantado se insurge.

Poema-flor de pétalas de seda,
Beleza que sai do ventre da terra,
Traz-me hoje um desejo maior:

De manhã, declamo nesta vereda,
À tarde, a semente se descerra...
Com a flor-essência do Amor!

Modesto

2 comentários:

  1. A sua presença, nesta página...é, já, um lindo poema, à vida e ao amor!!!
    Bem haja, Modesto!!!

    ResponderEliminar
  2. E as suas palavras de conforto, são inspiração de poesia!
    Muito obrigado pela sua ajuda, Raiana.

    ResponderEliminar