segunda-feira, 11 de junho de 2012

BUSCAS ESPACIAIS
















Aind'era pequeno... voava apenas
Entre as galáxias de calafrio,
Em rotação pelo espaço vazio,
Já vislumbrava tuas faces morenas.

Antes de ir passear pelas arenas,
Num angustiado palpite sombrio,
Muito antes de eu sentir o frio,
Já suspirava d'esperanças e penas.

Já procurava teu nome, teu semblante!
Disperso, sabia da tua existência
E via-te, entre nuvens, bem parecida!

Então, vivi êxtase delirante!
Meu instinto gostava da tua vivência,
Já eras, na minha ânsia, pretendida!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...