sexta-feira, 20 de abril de 2012

SACIADO COM OS DONS DA VIDA

















Amanhece, respir'o ar da Natureza,
Anoitece, vejo as estrelas no céu,
A brisa traz-me a sensação de leveza...
O tempo dá-me a alegria de ser eu.

Os sonhos dão projectos a realizar,
O amor enche a vida de emoção,
A Criação dá-me vontade de cantar
Com a beleza que chama minha atenção.

A família, meus anseios, esperança
Nos meus filhos que a minh'alma engrandecem,
Encorajados par'a vida, em criança,
Alegram-se nos exemplos qu'os fortalecem.

A paixão que alimenta o meu desejo,
A ternura que m'oferecem com carinho,
A canção que se faz ouvir num doce beijo,
Os lindos olhos qu'iluminam meu caminho.

O facto de existir e de ser quem sou,
O dom da vida, a vontade de vencer...
Agradeço a Deus os bens que me doou
E o Seu Amor que tão feliz me faz ser!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

AQUI MOROU MEU REI

Aqui morou um rei quando, menino, Vestia um castanho algodão. A pedra da sorte do meu destino Pulsava junto ao meu cora...