Follow by Email

domingo, 22 de abril de 2012

0 PÃO QUE ME ALIMENTA























Prostrado diante de Vós, ó Deus Magnífico,
Com profunda fé, esperança, caridade,
Do fundo da minha alma , eu Vos glorifico,
Embora eu não seja mais que nulidade!

Inclino-me perante Vós, Deus ocultado,
E adoro-Vos com tod'o meu coração!
Se mo permitirdes, Mistério velado,
Amo-Vos com as forças da minh'afeição!

De joelhos m'inclino, Cordeiro Divino,
Que da minha alma os pecados tirais
E Sois Vós o meu alimento matutino!

Aumentai a minha fé, ó Verbo Divino,
Vós que na minha salvação me ajudais,
Conduzi a minha vida a bom destino!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário