sexta-feira, 27 de abril de 2012

ÉRAMOS...























Éramos... Entre bosques e colinas,
Um 'sperava o outro à distância!
Descíamos, a correr, as ravinas...
E o primeiro beijo de criança!

Depois... Vieram livros aos milhares,
Coisas que iluminam a circunstância:
Cursos, estágios e os pesares...
Foi uma juventude com fragrância!

Então... Veio o tempo belicista,
Os obedientes, os desertores,
Críticos, polícias, delatores...

Hoje... No silêncio dos amores,
Já tenho a luz da minha conquista:
Lembro sonhos e ofereço flores!















Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

GOSTO DE COISAS SINGELAS

Gosto de coisas singelas: Arco-íris, suas cores, Bris' a bater nas janelas E dum ramo de flores. E da chu...