Follow by Email

sábado, 29 de abril de 2017

SAUDADES DE TI, SANDE!















Regada és tu, por águas de Montedeiras,
Ensolarada por um sol exuberante,
Mãe d' emigrantes que deixaram suas leiras,
Não te esquecem, mesmo em terras distantes!

Orgulho de quem nasceu das tuas entranhas:
Ver-te forte, alimentar quem te trabalha.
Mas... as ambições do homem são tão estranhas
Que te feriram como corte de navalha...

Cada esquina dos caminhos tem magias,
Nos teus largos, vê-se nascer novos amores!
Teu mavioso encanto das melodias...
És a flor mais bela entre todas as flores!

Enamorado, apaixonado, declaro:
- O teu lindo horizonte vê-se tão grande! -
Como poeta, nos meus versos deixo claro
Todo o amor por ti, minha bela Sande!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário