sábado, 8 de abril de 2017

A SOLIDÃO PODE SER TRISTE

























É imensa a solidão que vem dos montes
E aquela que se estende nas planuras,
Ou a que s' esconde nos vastos horizontes
E a que vem das montanhas, lá das alturas!

Mesmo a que contorna ou revolv' o rio
Ou vai tranquilamente admirar os lagos,
Torna-me muito mais triste e vazio
Do que a brisa que vem do mar sem afagos.

Mas, é grande demais a solidão do mar,
Nas tardes em que desmaio a soluçar,
Observando o horizonte meu amigo.

Verdade qu' a maior solidão, a mais triste,
A mais profunda ansiedade qu' existe
Não vagueia por aí, mas está comigo!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...