Follow by Email

sábado, 16 de julho de 2016

SEREI UM ZERO À ESQUERDA?

















Acham-me um zero que se põe à esquerda,
Independentemente de qualquer sinal,
Mesmo que ele falte, não é grande perda,
No fim, o resultado é sempre igual.

E ainda sem ser velho e nada ledo
Pensam que o fim está próximo...É normal!
Levam o zero para o lado esquerdo,
Porque ser idoso, inútil... pouco vale!

Tontos que vós sois! Pois quando posto à frente,
O zero e o nada ganham de repente
Direitos de infinito... E sem parar...

Pois basta apenas mudar a posição
Do algarismo, e olhar com atenção,
Pra ver o que é "um zero" a trabalhar!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário