quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

SONHO ASTRAL

















Rasgam-s' as nuvens no céu estrelado,
Invade-m' a vontade de gritar,
O sol mantém-se ao longe, calado
Observando o brilho do luar.

A fada deixa seu sono encantado,
Pega na harpa e pões-s' a tocar.
O sol, dormindo, sonha deleitado
Com a lua que se irá deitar.

Ouço ao longe um galo cantar.
Está para nascer um novo dia.
A lua vai-s´embora a chorar,
Mas o sol desperta com alegria!

E a lua adormece, por fim.
O belo sol nada leva a mal,
Pois ama a lua tanto assim
Que vê-la-á num sonho de Natal!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CORAÇÃO DO SER HUMANO

O coração de todo o ser humano Foi concebido para ter piedade, Pra ser doce no eterno desengano, Para olhar e s...