quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

COMEÇOU O INVERNO





















Amanheceu no cimo da colina,
O sol de madrepérola s' arqueia
Com um perfume de selva branquinha,
Bem limpo e, reluzindo, ondeia.

Uma luz virginal e cristalina
Da ribeira transbordante ou cheia,
Pingos de cristal na verde campina
Alegram a terra e a areia.

Um sol  frouxo como gema de ovo
É tão antigo e parece novo...
É a frígida estação do Inverno!

E chilreiam nas árvores frondosas
Pássaros... E há geada nas rosas
Sem vigor... Como o tempo moderno,,,,

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

À ESPERA DE JESUS

Céu estrelado, Vento gelado, Sorriso estampado, Esperando Jesus. Ansiedade visível, Nervoso imbatível, Espe...