Follow by Email

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

PRELÚDIO AO LUAR

















Sou pra ti rosa vermelha,
Borboleta amarela...
Sou o qu' o amor espelha:
Quadro a aguarela.

Sou a voz da melodia
D'água em queda no regato
Que solfeja harmonia
Do teu corpo bem ornato.

Sou para ti o calor
Que, na luz do teu olhar,
Faz reflectir o fervor
Que cintila ao luar.

Sou da rosa o aroma
Em versos de poesia
Guardados em redoma,
Revelação de magia.

Sou para ti o presente,
Encho-te de fantasias,
Amor ao luar ardente,
Inundo-te d'alegrias.

Eu sou a lua no lago
A reflectir meu amor.
Teu coração é afago,
Perfume de linda flor.

Modesto


Sem comentários:

Enviar um comentário