Follow by Email

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

A DANÇA DA NEVE COM O VENTO


















A branca neve cai e espreguiça-se
Nos braços do vento malicioso...
O vento leva a neve, cobiça-a,
Num profundo amor silencioso!

Eu sinto e vejo com grand' encanto
Quão bela é aquela sensação!
Até os dois, a sós, gritam em pranto...
Correndo, brincando, com emoção!

Espelho líquido a palpitar,
Ao impulso de cada sensação,
Parece até quererem saltar
Valas intransponíveis da razão!

E, com este gracioso olhar,
Fazem-me recordar com nostalgia
O tempo em que era só brincar
Com a neve, num mundo de magia!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário