segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

BELEZA






















Tens um semblante de beleza rara
Que desperta um intenso amor,
Com' a nudez do mármor' de Carrara,
Cultivas em ti um jardim em flor.

És subtil no azul a dominar,
Tocas e estremeces harmonia.
Sabes a música que vais tocar,
Mesmo que caia nev' em noite fria.

Não te vejo em atitudes fátuas,
Pareces mais nobre que as estátuas,
Noite e dia em estudo ingente!

Fascinas-me como dócil amante,
Como cristal, tornas-te deslumbrante...
Beleza são os teus olhos ardentes!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...