domingo, 22 de dezembro de 2013

EMANUEL


Antes do Natal, a vida era cruel!
Deus estava acima de nós,
Ou adiante de nós...
Mas, hoje, tornou-Se Emanuel!
É Deus connosco na nossa natureza,
Na Sua graça e na Sua bondade...
É Deus connosco na nossa fraqueza,
E, na Sua misericórdia,
É Deus connosco na ternura e na afectividade!

Como podes estar ainda comigo?
Pequeno como eu,
Fraco, nu, pobre como eu...
Tudo como eu,
Tomando do que é meu
E dando-me do que é Teu...
Tornaste-Te meu Amigo!

Eu que jazia sem luz,
Eis que desceu,
Para o que era Seu
E o Homem não O recebeu...
Vem a mim, Jesus!

Hoje, Ele desceu
Para ser Deus connosco,
Vindo do Céu,
Mostrando o Seu
Pequenino rosto,
Pôs Suas mãos 
Nas minhas mãos...
E tornou-Se Deus connosco!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SAUDADES, MÃE !

Vejo-te num anónimo jazigo Humilde, ond' a paz se nos revela. Erguida, junto dum ciprest' antigo, Contemp...