Follow by Email

sábado, 21 de dezembro de 2013

EIS QUE VEM!...






















Eis que ouço a voz da minha amada!
Eis que chega cansada
De correr pelos montes e colinas!
Esperando, espreitando,.. te inclinas,
Saltas como a gazela
E brilhas como a mais bela estrela!
Vem ter comigo, minha amada!
Levanta-te, vem... Não penses em mais nada.
Vem! A chuva já foi embora,
Senti a tua demora,
Pois já desponta a aurora!...
Na terra, nasceram flores!
Chegou o tempo das canções!
Voam, nas montanhas os açores
E unem-se os corações...
És como a pomba nas fendas do rochedo,
Escondida nos penhascos...
Deixa-me fixar teu rosto sem medo,
Ouvir a tua voz
Com seu som encantador!
Vem... e ficamos nós,
Nas sendas do amor!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário