Follow by Email

quarta-feira, 27 de março de 2013

PÁSCOA NA ALDEIA






















Páscoa, tempo de giestas floridas,
Do rosmaninho calcado nas ruelas,
Das ricas colchas penduradas nas janelas,
Dos bem-me-queres, amores, margaridas.

Os campos cheios de belíssimas flores,
Há as canções, o riso , e alegria.
Os sinos vão repicando "aleluia"
Quando o Compasso sai p'los redores.

Páscoa na aldeia, tempo de lembranças:
Afilhados, os folares das crianças
E nossas almas a receber a Luz.

A Primavera visita nossas casas,
Entram a Fé e o Bem que ganha asas...
E o Compasso vem-nos trazer Jesus.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário