Follow by Email

quarta-feira, 20 de março de 2013

JUVENTUDE PASSAGEIRA


















Colham botões de rosas enquanto podem,
O velho tempo continua voando:
Essas belas flores hoje vos sorrir podem,
Sabei que amanhã estarão expirando.

O sol glorioso qu'ilumina o céu,
Quanto mais se eleva, mais faz brilhar,
Mas, bem cedo procurareis o chapéu
E rápido se estará a apagar.

A melhor idade é nos vossos tempos,
Quando coração e sangue pulsam quentes.
Mas esses impulsos são como os ventos:
Sucedem-se e arrastam inclementes.

Por isso, com recato, usai o tempo,
Enquanto podeis viver e festejar.
Idos os áureos anos, há lamento...
Tereis o tempo todo pra repousar!

Modesto




Sem comentários:

Enviar um comentário