sexta-feira, 1 de março de 2013

Jubilosos momentos da infância

















Saudade... tempos idos da minha infância.
Tudo felicidade... não havia dor.
Corria pelos campos, cortava distância...
Era o meu mundo, recanto abstractor.

A brisa quente que tocava meu peito
Fazia das ervas ternas canções de amor.
Jubilosos momentos, tud'era perfeito,
Eu, criança, bailava como sonhador.

Minha vida, sumptuosidade pueril,
Era alegria, não sentia solidão,
Liberdade de uma vida pastoril.

Deleites para meu pequeno coração,
Toda a infância, existência serril...
A lembrança dá-me saudade, emoção!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CORAÇÃO DO SER HUMANO

O coração de todo o ser humano Foi concebido para ter piedade, Pra ser doce no eterno desengano, Para olhar e s...