CHUVA MANSA

















Chuva miúda a cair
De mansinho e com calma,
Vai molhando o florir
E lavando a minha alma.

Chuva a cair tão mansa,
Paisagem, daqui de dentro,
traz-me aquela lembrança
De profundo isolamento!

Chuva que cai em silêncio,
Na tarde sem claridade...
Ao meu sonho d'hoje, vence-o,
Qu'é d'infinita saudade!

Chuva caindo tão mansa,
Com suave intensidade,
Hoje a minh'alma descansa
Em branda serenidade.

Modesto

Comentários

Mensagens populares deste blogue

NASCESTE, FILIPA !

A VIDA TEM OUTRO SABOR

SALVEMOS O PLANETA