quinta-feira, 14 de março de 2013

DESABROCHAR DA PRIMAVERA

















Quando meu pensamento chega até ti, se perfuma.
O teu olhar é tão doce que se torna profundo.
Sob teus pés descalços há nuvens brancas de ´spuma
E teus lábios são colinas que alegram o mundo.

O amor passageiro tem um encanto breve
E oferece igual término pró gozo e pena.
Pode estar o nome gravado uma hora na neve
Mas apenas um minuto o amor numa arena.

As folhas amarelas caem sobra a alameda,
Onde vagueiam tantos pares amorosos.
No fim do Inverno há folhas em queda!
Está a desabrochar  Primavera e tuas rosas.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

INCÊNDIO VELOZ

Corre mais que um atleta, mais depressa E corre tão depressa como o vento... Atrás de si, fica a treva espessa: O ten...