sábado, 8 de julho de 2017

NAVEGAMOS NO ALTO MAR




















Vivemos como navegando no mar.
A vida, aqui,  não é de brincadeira!
Às vezes, não temos cais pra atracar,
Atrás de nós, só temos a nossa esteira!

O rumo é incerto. Mas temos bússolas!
Olhando o céu, guiam-nos as estrelas.
Muitas vezes, nosso corpo abre pústulas,
Só conseguimos ver o céu pelas janelas...

Quem, na terra, pensa ter assent' os pés,
Ou está a ver as coisas de viés,
Ou é ingénuo, sem ligar à mente.

Quando, apanhados pela tempestade,
Vemos Deus como Caminho e Verdade:
A fé e esperança não nos desmente!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

DESCANSO DUM SONHADOR

A cabeça pendida docemente Em sonhos do sonhador inquieto: É o sonho o seu bordão clemente E repousa num descanso discr...