terça-feira, 4 de julho de 2017

ALVORECER NO GERÚNDIO















A fresca manhã vai alvorecendo,
As aves no bosque vão acordando
E o mundo vê o sol renascendo
E, mansamente, se vai levantando.

A noite de breu  vai-se desfazendo
E as sombras lá se vão afastando,
Ausência de luz esmorecendo,
Eu desperto e vou-me levantando.

A Natureza vai-se clareando,
Tudo espera e vai vigiando
E o orvalho vai-se desfazendo.

As mágoas da noite lá vão fugindo,
Alegre, firme...tudo vai sorrindo,
Pois o sol já está resplandecendo!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

DESCANSO DUM SONHADOR

A cabeça pendida docemente Em sonhos do sonhador inquieto: É o sonho o seu bordão clemente E repousa num descanso discr...