sexta-feira, 16 de junho de 2017

RECORDAÇÕES



















Recordo a lua cheia a elevar-se
Lá, pelo céu azul, numa noite mansa,
Prateando os espaços, a espalhar-se
Sobre a terra, em luz branca de bonança.

Recordo a estrada longa,procurando
Achar, no monte, o verde da esperança!
Só vi tocador com seu violão cantando
Seu mistério insondável ou lembrança.

Recordo o grito agudo dum lamento
Que se mistura com o sibilar do vento
E bate em cheio neste meu coração.

Recordo sublime visão de quem amei,
Que fugiu de mim e nunca a alcancei...
Está retida na minha recordação!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

TRAZER O "SER" LIBERTO

Da gota d' água dum carinho agreste Geram-se os oceanos da bondade. O coração qu' é livre e bom reveste Todo o...