Follow by Email

quinta-feira, 15 de junho de 2017

A ALMA É A ESSÊNCIA


















Quando a morte chegar ao pé de mim
E, com voz soturna, me disser: É hora!
Sei que a vida não termina assim...
Não sentirei pena de me ir embora.

Como a rosa que murcha num jardim
E não verá jamais a luz da aurora,
Também o meu corpo vai chegar ao fim,
Como gota d' orvalho se evapora.

No caminho difícil da existência,
Sou eu também parcela dessa essência
E a alma é a força que m' habita.

Quem me criou e me habitou foi Deus,
Me sustentou e guiou os passos meus,
A alma Nele vive, é infinita!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário