quinta-feira, 22 de junho de 2017

AVÉ, Ó MÃE !



















Por entre os atropelos desta vida,
No decorrer do sonho e dissabor,
Nossa verdadeira Mãe, despercebida,
Sabe sanar tão bem nosso amargor!...

Quantas vezes, por nós, vive esquecida,
Neste vale de lágrimas e de dor!
Ela está sempre pronta, desprendida,
Quando necessitamos do Seu amor!

E vai sempr' ao nosso lado procurando,
Com Suas mãos bondosas, segurando
A felicidade no nosso caminho.

Ela vai... Anda connosco sem se mostrar,
Não deixando nossos pés se magoar.
Arrumando, sorrindo, tod' o espinho!

Modesto

















Sem comentários:

Enviar um comentário

TRAZER O "SER" LIBERTO

Da gota d' água dum carinho agreste Geram-se os oceanos da bondade. O coração qu' é livre e bom reveste Todo o...