sexta-feira, 15 de abril de 2016

POEMA PATRIÓTICO














Eu sou do povo, do Povo do meu País,
Sou aquele que escreve pra tod' a gente.
Preciso dizer aquilo que ninguém diz,
Quero dizer o que o meu coração sente.

Tu que m' entendes e gostas do meu 'screver
Pega no meu livro que te vais sentir novo.
Podes ler poemas com rima a crescer,
Senta-te aqui e vê como lê meu Povo!

Meu coração abr' a porta a tod' a gente,
Mesmo a outros Povos que eu não conheço,
Que cantam hinos de pátria diferente.
Só que o Hino qu' eu canto já vem do berço!

Canta comigo, cantemos por tod' o lado
E podemos sentir choques nos corações!
Vibra comigo, cantemos juntos o fado,
Qu' eu vou escrevendo à moda de Camões!

É a voz do Povo, Nação muito valente!
Vem, diz comigo: Somos Nação Imortal!
Serão lidos meus versos por toda a gente...
Nossa Língua é o nosso Portugal!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

DESCANSO DUM SONHADOR

A cabeça pendida docemente Em sonhos do sonhador inquieto: É o sonho o seu bordão clemente E repousa num descanso discr...