segunda-feira, 18 de abril de 2016

BELAS SÃO AS FLORES

























Os poemas que escrevo são flores
A perfumar meus dias de dor,
A embelezar a vida com cores,
A mostrar ter beleza cada cor.

Mas elas não nascem dos meus favores:
Resplandecem as que têm valor
E se impõem pelos seus primores,
Fiéis às ordens do seu Criador.

São elas que fazem o meu poema,
Sensibilizam o que val' a pena:
Ter forma, cheiro, cor...E se doar.

Qualidades tridimensionais,
Com vento, são fonemas musicais
E, por se doar, fazem-nos amar.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

TRAZER O "SER" LIBERTO

Da gota d' água dum carinho agreste Geram-se os oceanos da bondade. O coração qu' é livre e bom reveste Todo o...