segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

SOU

























Sou quadro abstracto ou paixão que aflora,
Sou enigma sem ponto e sem consistência...
Exalo esperanças, vontades... embora
Viva vida volúvel , mas com resistência.

Sou um ente completo, e isso não nego:
Corro riscos, perigos, ignoro avisos,...
Vivo a vida sem medo, mas m´aconchego
Às carícias, aos desejos e aos risos...

Sou matéria barrenta... Calor ardente!
Procuro formas de beleza bem latente
E sou alma pura envolta em frescura.

Sou espírito recolhido, sou essência!
Supero desejos, sofro com paciência
Os males do mundo que o bem não procura...

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...