Follow by Email

sábado, 16 de janeiro de 2016

INVERNO



















Saí à rua com este frio cortante,
Ventania, chuva e céu muito cinzento.
São os dias deste Inverno castigante...
Teremos muito que viver neste tormento.

Passo por meio das árvores desfolhadas,
Sinto a solidão congelar o coração,
Paisagens brancas, as ruas abandonadas
E sinto a falta de cor que faz paixão!

Espero a Primavera que trará flores,
Transformará o céu cinzento, desbotado,
Voltarão os coloridos  e os amores
E o ar será alegre e perfumado!

E, com alegria, sairei novamente,
Já sem risos secos... e já esfuziantes,,.
Vou ver o céu azul, passear livremente,
Despertará o desejo de ver amantes.

Acordai corações que dormis congelados,
Trazei convosco a paixão quente pra mim!
Libertai os segredos que tendes guardados,
Aquecei a gélida solidão sem fim!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário