Follow by Email

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

O PERFUME DAS ROSAS



















Há flores que se revoltam contra o vento,
Mas as rosas envolvem-se sem queixume.
Quando colho uma flor por desalento,
A rosa espalha intenso perfume!

Eu sei que uma rosa dura mais tempo
E s' alegra com um simples vaga-lume
Que vai piscando luz a cada momento,
Faz da noite aurora que a exume.

Eu sei que há rosas cheias de espinhos
Mas suavizam-me com tantos carinhos:
Levam-me ao jardim, não sei até quando!

Vem o entardecer e vem a aurora,
Venho e não tenho pressa d' ir embora,
Pois nunca paro de as ficar cheirando!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário