sábado, 13 de junho de 2015

ROSA PISADA

















Caiu o orvalho da madrugada,
Fez cair umas pétalas da rosa.
O sol tornou-a adiamantada
E sua pureza fez-la briosa.

A brisa fez cair outra, coitada!
Caiu na terra, enlameou-se,
Uma outra, no caminho, calcada,
Alguém passou, viu-a, pisou-a... foi-se!

Inadvertidos pés que a pisaram,
Vendo seu brilho, não se importaram...
É sensibilidade sem pureza!

As rosas encantam a vida dada
Pelo Criador, numa madrugada,
E mandou-nos cuidar da Natureza!...

Modesto


Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...