sábado, 4 de junho de 2016

SOMBRA COM ESPERANÇA

























Na sombra vive-se reflexos de esperança,
Entre os raios solares da incerteza.
Há cantos d' adoração, preces de criança
Com pausas de prenúncio d' alva beleza.

Ouve-s' uma voz celeste melodiosa
Junto com anúncios de grand' amor
E vêm crianças com paz harmoniosa
Cantando com doce voz e suav' ardor.

No meio da sombra há pétalas de flores,
Repetem-se cânticos que falam d' amores...
À volta, resiste a luz do meio-dia.

Na vida há caminhos sombrios, estranho!
Semeiam-se pungentes musgos de antanho...
Mas, com humor e coragem, vem alegria.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...