terça-feira, 21 de junho de 2016

PRIMEIRO DIA DE VERÃO















Já contei muitos verãos de braços abertos,
Inaugurei na alma tuas primaveras
Revividas nas flores dos jardins desertos,
Restos de verãos como lírios ent' heras.

Aqui estou, guardando teus afectos
Como pastor ao sol no vale das esperas.
Conduzo flores por jardins abertos
Para os vales verdejantes de quimeras.

Verão é página escrita com carinho,
 Escrita nas pétalas com seu espinho
Lá, no meu discreto caminho da paixão.

O verão vive pelo dom da claridade.
O primeiro dia é dia de saudade...
 Fim da primavera, traga melhor verão!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

INCÊNDIO VELOZ

Corre mais que um atleta, mais depressa E corre tão depressa como o vento... Atrás de si, fica a treva espessa: O ten...