quinta-feira, 5 de maio de 2016

CAMINHOS...



















Sinto saudades do tempo que perdi
No amanhecer do tempo de sonhar!
Era tempo das paixões que não vivi,,
Foi tempo adiado para amar!

E, nesse tempo, eu tanto padeci!
Era feliz com vontade de chorar
P'las feridas de amor qu' então senti,
Pensando qu' essa paixão ia passar!

Sim! Vivi algum tempo num bom inferno!
Pensando qu' esse sonho não er' eterno...
Algo me seduzia prá liberdade!

Mas não podia separar-me de mim!
Passav' então muito tempo no jardim,
Pensando quem era, com seriedade!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

VENDO-NOS AO ESPELHO

O espelho não me diz que envelheço, Enquanto andar junto da mocidade. Mas as rugas vêem meu rosto impresso... J...