quinta-feira, 7 de maio de 2015

VIVER NÃO DÓI

























Viver não dói. O que dói
É a vida não vivida,
Tanto mais bela sonhada,
Ou triste se for perdida...
Deix' acontecer, mais nada!

Viver não dói. O que dói
É estranha lucidez,
Mistos de fome e de sede,
Não viver da fluidez
Onde tudo se constrói!

Viver não dói. O que dói
É o tempo, forç' onírica
Em que se criam os mitos,
Viver a vida em lírica
De qu' o prazer nos faz ricos!

Viver não dói. O que dói
É florir fundo, florindo,
É distância infinita
Entr' a vida que vai indo
E se torna mais bonita!

Viver não dói. O que dói
É o nosso pensamento!
E, nesse pensar vivido,
Não aproveitar o tempo
E deixar tudo perdido!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

À ESPERA DE JESUS

Céu estrelado, Vento gelado, Sorriso estampado, Esperando Jesus. Ansiedade visível, Nervoso imbatível, Espe...