terça-feira, 19 de maio de 2015

ANTES DO PÔR DO SOL

















Tenho um poema pra te revelar,
Seara loura, à lua... quem me dera!
Era Junho, quand' encontrei teu olhar
Para me perder, de vez, na Primavera!

Transformei meu viver, procurei a sorte.
Provei o fel das mágoas e fracassos...
Pedi para te amar até à morte
E pedi-te pra matar os meus cansaços.

Para isso, encurtei nossa distância,
Como fazíamos na nossa infância:
Com um gesto, havia entendimento!

Seara loura, à lua... quem me dera
Vir perder-me em ti na Primavera,
Numa aventura d' haver casamento!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

DELÍRIO AO PIANO

A tecla, mais doce que um carinho Do meu piano ebúrnio, soluçava. Era como ouvir um sol mansinho, Em cada nota que ne...