segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

EXISTÊNCIA SEDENTA

























A vida é confusão e o pensamento
É uma teia confusa e complicada.
Há nuvens, há crepúsculos e há vento...
A minha vida é subtil, mas não tem nada!

E há silêncios... Arco-íris cinzentos!
Estou cada vez mais vago e alheado,
Sem força no olhar, sem grandes movimentos
Que façam observar o céu iluminado!

A vida tem momentos de pouco querer...
Qu'ria tê-la na minha mão. Não pode ser!
E eu vivo acarinhado por mil laços!

Gosto de estar ao sol, admirar a lua,
Ver as estrelas sentado na minha rua...
É vida sofrível,,, Preciso de abraços!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SONETO BEM CRIADO

Nestas linhas mal traçadas, Há um soneto partido E mágoas anunciadas: Ouve-se long' o gemido. Nas linhas, há al...