Follow by Email

quarta-feira, 30 de abril de 2014

AS NINFAS DO DOURO






















Vão as águas nostálgicas do Douro,
Vão! E com elas, a velejar sobr' elas,
Distingo, 'inda longe, as claras velas
De um rabelo que parece um besouro.

Lá vai! Em águas planas, devagar vão...
Deixa para trás, rutilantes e belas,
As ondas que brilham à luz das estrelas...
Ouve-s' o canto das ninfas de Verão.

Ninguém sabe, só Deus: Nas águas do Douro,
Em noites de lua cheia e de ouro,
O barco baloiça... remoinho fundo,

Chegando, como o final de um sonho,
As belas Ninfas, com seu cariz risonho,
Puxam navegantes para outro mundo!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário