sábado, 5 de abril de 2014

LUA DOURADA























Ó lua que vagueias pelo céu,
Nas minhas longas noites peregrinas,
Vem, cobre-me com teu dourado véu,
Ilumina meus sonhos nas colinas!

Ó lua qu' iluminas o papel,
Onde desenho 'strelas pequeninas,
Faz transparente, doce como mel,
Meu amor que verseja nas campinas!

Ó lua, passas feliz sob o céu,
Cobre o meu amor com o teu véu,
Fá-lo imenso, que não tenha fim!

Não queres ver meu amor sem ninguém?
Tens que encontrar para mim alguém
Que venha 'star comigo no jardim!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CÉPTICO TAMBÉM PENSA...

Deus há muito desceu no Ocidente, Lá, por trás dos montes de rosa tingidos... Vejo o mundo que ante mim s' estende ...