terça-feira, 15 de abril de 2014

A NATUREZA EM FLOR























À Natureza acho tanta graça
Que lhe faço versos a seu pedido.
Rego-a para que em mim renasça
Inspiração que pensei ter perdido.

Nos campos floridos, não se disfarça,
Dá sempre à vida novo sentido.
Passo-lhe pelo meio sem ter graça,
Desfaço-me em lágrimas, ferido.

Às vezes, fico parado a pensar
Que meus versos fluem nos seus caminhos...
Fico extasiado a lamentar!

As flores afagam-me com cheirinhos,
Trazem-me tud' o que 'stou a 'sperar...
Belas melodias dos passarinhos!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

ORIENTA-ME, ESTRELA DA MANHÃ !

Eu te procuro, doce estrela a manhã Que no lusco-fusco d' aurora 'stá desperta, Por vezes, no meio de nuvens c...