quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

FELIZ ANO NOVO




Desejo qu' o ano que' stá pra chegar
Traga sentimentos de SER e não TER,
Que expanda amor, enquanto durar,
Transite na luz sem a paz esquecer.

As lágrimas, neste ano, derramadas
Sirvam pra regar sementes de bondade.
Os sonhos sonhados pelas madrugadas
Gerem altruísmo, generosidade.

Foi pra fazer o BEM que Deus nos criou.
Se cumprirmos o que Ele nos mandou,
Teremos saúde e prosperidade.

Se levarmos a vida com alegria,
O ano nos trará paz e harmonia:
Não haverá pobreza nesta verdade.

Modesto









                                            

Sem comentários:

Enviar um comentário

SAUDADES, MÃE !

Vejo-te num anónimo jazigo Humilde, ond' a paz se nos revela. Erguida, junto dum ciprest' antigo, Contemp...