sábado, 17 de dezembro de 2011

AS ROSAS NAS MINHAS MÃOS

As rosas nas minhas mãos floresceram,
Seus espinhos me beijaram por elas,
Rosas lindas entre os dedos cresceram,
Ficaram tão belas como estrelas.

Vou pelo jardim olhand'o encanto
Das rosas a estremecer ao vento,
Alterno meu sorriso com o canto,
Contemplo tão grande encantamento.

Minhas mãos alinham a sua forma,
Tenho a realidade por norma
E as rosas me pagam com fragrância.

Enquanto as rosas nas minhas mãos crescem,
Rosas belas entre os dedos florescem,
Vou louvando a Deus pela abundância.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

TRAZER O "SER" LIBERTO

Da gota d' água dum carinho agreste Geram-se os oceanos da bondade. O coração qu' é livre e bom reveste Todo o...