Follow by Email

quinta-feira, 16 de abril de 2015

SANDE, TERRA DOS MEUS SONHOS



















Na terra dos meus sonhos cor de rosa,
Beijada pelo lindo rio Douro,
À noite a cor é maravilhosa
Que torna a terra num tesouro.

O pôr do sol traz cores de saudade
Que se prolonga pelas madrugadas:
Traz sonhos de grande felicidade
Aos amantes, à lua consagrados.

No rio Douro, há sonhos sem dono
Que s' alojam na proa do navio.
São sonhos cor de rosa ao abandono,
Esperam nas margens em desafio.

Nestas lindas margens do meu passado,
Ouve-se uma voz maravilhosa:
São as ninfas com poemas de fado
Que m' ensinaram sonhos cor de rosa.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário