quarta-feira, 29 de abril de 2015

BENDITA A VOZ QUE CANTA

















Abençoada a voz do ser que canta,
Possui a alma e voz do passarinho.
Os males desta vida, o ser espanta
E, a essa voz, o povo se levanta,
Guiado pela luz do céu já clarinho.

Abençoada a voz do ser que canta,
É como a voz da mãe: só dá carinho.
O canto da mãe é uma coisa santa,
É a oração que lhe sai da garganta:
Canta, rezando por quem está sozinho.

É o cantar da manhã que nos conduz
À montanha que nos indic' o caminho.
No alto, vê-se como nasce a luz
Que deixa suspenso sofrimento, cruz...
Reflectindo no cantar do passarinho.

Abençoada voz do ser de magia,
Traz alegria ao nascer d' alvorada.
O canto dos passarinhos inebria,
O amanhecer vem com mais alegria,
Ao nascer do sol na montanha sagrada.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

O CÉPTICO TAMBÉM PENSA...

Deus há muito desceu no Ocidente, Lá, por trás dos montes de rosa tingidos... Vejo o mundo que ante mim s' estende ...