Follow by Email

domingo, 25 de agosto de 2013

NADA ME IMPEDIRÁ

















Nem tristeza, nem a desilusão,
Nem incerteza, nem a solidão,
Nada me impedirá de subir.
Nem o medo, mesmo a depressão,
Por mais que sofra o meu coração,
Nada m'impedirá de o abrir.

Nem o desespero, nem a descrença,
Nem o ódio ou alguma ofensa,
Nada me impedirá de viver.
No meio das trevas, entre os espinhos,
Nas tempestades ou nos descaminhos,
Nada me impedirá de eu crer.

Quero ir!... Na certeza de chegar.
Buscar!... Na certeza de alcançar.
Nada me impedirá de vencer.
Se, com o meu errar, for aprendendo
E o meu equilíbrio mantendo...
Realizo os ideais do meu ser.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário