Follow by Email

quarta-feira, 17 de julho de 2013

VAI REGANDO O MEU AMOR

























Sem ti, meus passos tropeçam incertos,
Com dependência e solidão.
A vida vai-nos dando sonhos certos
E oferece muita emoção.

Amar é campo da terra amada,
O rio, no seu leito, 'scorregando,
Como rosa d'oferta perfumada,
Com pétalas belas que vão murchando.

Há caminhos longos e sem fronteiras!
Não há pousadas pra troca d'olhar,
Nem mãos amigas que tragam fruteiras,
Num toque amigo, a fome matar.

Amor platónico morre sem fama,
Amor a dois arrasta longa vida:
Só o amor que viv'em viva chama
Germina na terra semente viva.

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário