quarta-feira, 3 de julho de 2013

FLOR TARDIA




















Entraste no jardim qu'é minha vida,
Tanto tempo te esperei em vão!
Chegaste na hora da despedida,
Eras o sonho da minha paixão!

Estive sozinho, tão esquecido
E já não tinha mais ilusão!
Agora fiquei triste e desiludido,
Pois acabaste com nossa paixão!

Já não vale a pena insistir,
Pois no meu jardim jamais ficarás.
Esperei por ti, tardaste em vir...
Agora, sozinha, também ficarás.

Sei que não te esquecerei jamais,
Pois eras bela como o jasmim!
Mas, porque chegaste tarde demais,
Estava mais triste o meu jardim!

Modesto

Sem comentários:

Enviar um comentário

SONETO BEM CRIADO

Nestas linhas mal traçadas, Há um soneto partido E mágoas anunciadas: Ouve-se long' o gemido. Nas linhas, há al...